Bolsonaro torce por nova queda da taxa Selic

0
97

No último dia 5 de agosto, o Banco Central cortou a taxa Selic em 0,25 ponto, atingindo a mínima de 2% ao ano.

Quase um mês depois, durante sua tradicional live no Facebook, nesta quinta-feira (3), Bolsonaro disse torcer pela continuidade das quedas na Selic:

“A Selic está em 2%, isso nunca aconteceu no Brasil, não foi no canetaço, não. Foi com responsabilidade… Se o juros continuar caindo, a responsabilidade é do Banco Central, eu não participo nisso, não interfiro.”

E acrescentou:

“Logicamente… a gente fica feliz aí. Espero que caia da próxima vez, espero, né, daqui a uns 30 dias.”

A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), órgão que define a taxa de juros, está marcada para os dias 15 e 16 de setembro.

Criada em 1999, a taxa Selic estabelece o compromisso do Brasil em adotar medidas para manter a inflação dentro de uma faixa fixada periodicamente pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui