Tem que vender logo está “porra” do Banco do Brasil.

0
385

A frase acima foi dita pelo Presidente Bolsonaro. O histórico da instituição bancária, se harmoniza com o discurso. O banco estatal foi fundado no império por D. João VI, mas faliu por ingerência do Estado. Passou a ser um banco privado, administrado pelo empreendedor e banqueiro Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, que manteve o nome de Banco do Brasil.

Quando D. Pedro II ascendeu ao poder, orientado por alguns que professavam doutrina de Adam Smith, que “reivindicavam a intervenção estatal para garantir o predomínio do público sobre o privado na economia”, criou o Banco Nacional estatal declarando guerra a todos os bancos privados, com o seguinte discurso: “o Brasil precisa de um banco estatal porque os privados não são confiáveis”.

Esta intervenção provocou uma corrida dos clientes ao banco do Barão de Mauá, que não aguentou e foi obrigado a entregar tudo ao império, que expropriou inclusive o nome da instituição (Banco do Brasil). Dessa maneira, o BB hoje em funcionamento é fruto de uma intervenção covarde do Estado na propriedade privada. Portanto, vende logo está porra!

Opinião: cada um tem a sua, está é a minha.
Foto Ilustrativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui