Após prisão de Pezão, Witzel quer auditar contratos firmados pelo estado nos últimos anos

0
351

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), comentou a prisão de seu antecessor, Luiz Fernando Pezão, durante a Operação Boca de Lobo, desdobramento da Lava Jato.

Pezão foi preso na manhã desta quinta-feira, no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo fluminense, acusado de dar continuidade ao esquema de corrupção e lavagem de dinheiro do ex-governador Sérgio Cabral. Detalhes com Fabiana Sampaio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui